fbpx

Como fazer o controle de fluxo de caixa? Aprenda em 4 passos!

Quem abre um negócio almeja o sucesso e o reconhecimento no mercado. Porém, mais do que uma vitrine bonita e bons produtos, é muitíssimo importante entender como fazer controle de caixa para gerenciar a movimentação financeira corretamente.

O saldo negativo é um medo de todo comerciante. A melhor maneira para se organizar e administrar a receita é a partir do fluxo de caixa. Dessa forma, será possível fazer o gerenciamento eficiente e, ainda, analisar os itens que requisitam o empenho de mais recursos, como contas de telefone, internet, despesa pessoal e aquisição de estoque.

Achou essa tarefa difícil? Calma, aqui você vai encontrar a solução! Para auxiliá-lo a desenvolver o processo com êxito, preparamos um passo a passo para esclarecer suas dúvidas. Confira!

1. Registre as despesas e receitas corretamente

O dia a dia de uma loja de calçados é bastante agitado. Recepcionar e atender os clientes satisfatoriamente são uma responsabilidade da equipe. Além disso, para que o empreendimento gere bons resultados, é preciso ter atenção com o registro das despesas e receitas.

Essa documentação pode ser feita em uma planilha ou sistema próprio para gestão de fluxo. As vendas diárias devem ser lançadas no arquivo, assim como os valores que saem da loja para o pagamento de contas fixas — água, luz, fornecedores, taxas relativas à franquia e outras.

Optar pela categorização dos registros é um ótimo modo para estruturar o arquivo e visualizar as inserções com facilidade. Por exemplo, a aba de despesas pode ser subdividida em gastos com a parceria, encargos administrativos e demais pagamentos do setor.

Já em receitas, as vendas podem ser separadas por tipos de sapatos: botas, sandálias, sapatilhas etc. Desse modo, os produtos mais vendidos são identificados e você redireciona o investimento na aquisição dos artigos que proporcionam maior retorno financeiro.

2. Verifique o fluxo de caixa periodicamente

A fim de evitar imprevistos, o fluxo de caixa deve ser averiguado periodicamente. Não há uma frequência exata preestabelecida, portanto, a conferência pode ocorrer ao seu critério: diariamente, uma vez na semana ou a cada quinze dias.

Essa atitude é útil para compreender a movimentação do estabelecimento e impedir surpresas desagradáveis. Logo, será possível prever situações e antecipar a logística de capital.

3. Analise os dados para obter insights

O ponto positivo em saber como fazer controle de caixa é a possibilidade de extrair informações por meio dos números. Geralmente, essa operação é realizada no fim do mês com o intuito de descobrir o saldo das atividades do período.

Mantenha esse hábito para comparar o desempenho atual com os anteriores. Com essa análise, é simples descobrir se as metas estão sendo alcançadas e se a realidade condiz com a projeção estipulada.

Essa prática é interessante para fazer previsões do montante básico para os meses seguintes e permite a preparação para o cenário futuro, em que pode acontecer uma variação no número de vendas.

4. Faça o cálculo do lucro mensal

Bom, depois de desempenhar as etapas anteriores, chegou o momento de descobrir quanto o seu comércio de calçados está faturando mensalmente. Afinal, essa é a parte mais significativa!

Na subtração entre receita e o custo para manter as portas abertas — inclusive os impostos —, o resultado é o lucro líquido. Não se esqueça que, para obter um coeficiente positivo, a receita deve ser superior à despesa. Então, caso seja necessário, identifique os pontos que precisam ser reduzidos.

Compreender como fazer controle de caixa é uma conduta essencial para a saúde financeira de uma loja de sapatos. Coloque o conhecimento adquirido em prática e cuide desse âmbito com atenção para desfrutar de uma excelente recompensa.

Se este conteúdo foi valioso para você, aproveite e descubra quatro indicadores de venda para gerir melhor seu negócio!